52 grandes aforismos da modalidade

“O Som e a Fúria”, de William Faulkner, começa com uma ronda de golfe – e sobre a modalidade escreveu P.G. Wodehouse alguns dos seus melhores textos. Ao longo do último século, o jogo dos fairways e dos greens mereceu os mais inspirados ditos, aforismos e frases soltas, provando a sua extraordinária poética. Escritores, diplomatas, músicos, jornalistas, mulheres da alta sociedade, golfistas profissionais – as frases vêm de quase todas as proveniências. Algumas são produto de laborioso trabalho literário, outros resultado apenas de um momentâneo golpe de inspiração. Recorde 52 gloriosos exemplos./JOEL NETO

  1. “Jogar golfe é a coisa mais divertida que já fiz vestido.” LEE TREVINO, golfista norte-americano, vencedor de seis torneios do Grand Slam
  2. “Lembro-me perfeitamente da primeira vez que joguei abaixo das 90 pancadas. Fiquei tão excitado, que fui para a club-house beber umas cervejas e esqueci-me de jogar os restante nove buracos.” BRUCE LANSKY, pedagogo norte-americano, fundador do Bruce Lansky Teacher Resource File
  3. “O golfe é jogado, na sua maior parte, num campo de quinze centímetros apenas: a distância entre as nossas duas orelhas.” BOBBY JONES, golfista norte-americano, reconhecido como o melhor jogador amador de sempre
  4. “Contraria todos os teus instintos naturais, faz exactamente o contrário daquilo para que o teu corpo e a tua mente se inclinam – e então, provavelmente, estarás próximo do swing perfeito.” BEN HOGAN, golfista norte-americano, vencedor de nove torneios do Grand Slam
  5. “Ninguém perguntou se foi bonito ou não, mas apenas quantas fizeste.”SAM SNEAD, norte-americano, vencedor de nove torneios do Grand Slam
  6. “Quanto mais treino, mais sorte tenho.” GARY PLAYER, golfista sul-africano, vencedor de nove torneios do Grand Slam
  7. “Tenho uma dica infalível para quem quiser subtrair cinco pancadas ao seu score: comprar uma borracha.” ARNOLD PALMER, golfista norte-americano, vencedor de sete torneios do Grand Slam
  8. “Gostava de ver os fairways mais estreitos. Assim, toda a gente tinha de jogar do rough, não apenas eu.” SEVERIANO BALLESTEROS, golfista espanhol, vencedor de cinco torneios do Grand Slam
  9. “O hockey é um desporto para brancos. O basquetebol é um desporto para pretos. E o golfe é um desporto para brancos vestidos como chulos pretos.” TIGER WOODS, golfista norte-americano, vencedor de 14 torneios do Grand Slam
  10. “O drive do John Daly é incrível. Normalmente, vou passar férias para mais perto.” IAN-BAKER FINCH, golfista australiano, vencedor do British Open
  11. “Porque é que eu estou a usar um novo putter? Porque o último não flutuava muito bem…” CRAIG STADLER, golfista norte-americano, vencedor do The Masters
  12. “Se fores apanhado por uma tempestade num campo de golfe e tiveres medo dos raios de trovão, ergue o teu ferro 1. Nem sequer Deus acerta com o ferro 1.” LEE TREVINO, golfista norte-americano, vencedor de seis torneios do Grand Slam
  13. “O golfe é como uma miúda de 18 anos com peitos grandes. Tu sabes que está errado, mas não te consegues afastar dela.” VAL DOONICAN, actor irlandês, anfitrião do The Val Doonican Show (BBC)
  14. “Na verdade, a única vez que eu saquei do meu ferro 1 foi para matar uma tarântula. E mesmo assim fiz sete pancadas.” JIM MURRAY, jornalista norte-americano, editor do Los Angeles Times
  15. “O desporto de eleição dos pobres é o basquetebol. O da classe média baixa é o bowling. O dos quadros médios é o futebol americano. O dos supervisores é o basebol. O dos quadros superiores é o ténis. E o dos presidente de conselho de administração é o golfe. Conclusão: quanto mais sobes na vida, mais pequenas ficam as tuas bolas.” JIM MURRAY, jornalista norte-americano, editor do Los Angeles Times
  16. “O swing de golfe é como o sexo. Não podes estar a pensar na mecânica da coisa enquanto a praticas.” DAVE HILL, músico britânico, guitarrista dos Slade
  17. “O golfe é jogado por vinte milhões de americanos cujas mulheres pensam que eles foram divertir-se.” JIM BISHOP, jornalista norte-americano, notório opositor de Richard Nixon
  18. “Quando eu morrer, enterrem-me num campo de golfe. Assim, sempre posso ter esperança de que o meu marido me venha visitar.” MARY PICKFORD, actriz norte-americana, vencedora de vários prémios da Academia
  19. “Estou a bater muitíssimo bem as madeiras. Não consigo é sair do meio delas e voltar ao fairway.” HARRY TOFCANO, jornalista norte-americano, autor de vários livros com anedotas de golfe
  20. “Sei que estou a melhorar o meu jogo quando começo a atingir menos espectadores.” GERALD FORD, presidente americano, golfista quase tão fanático como Eisenhower
  21. “Se os profissionais de golfe dizem para manteres os olhos no chão, é para não os veres a rir-se do teu swing.” PHYLLIS DILLER, actriz norte-americana, compagnon de route de Groucho Marx
  22. “Jogar golfe é como ir a um clube de striptease. Começas todo excitadinho, pronto para a acção, mas três horas depois estás deprimido, desconfortável – e, para além disso, as tuas bolas desapareceram.” JAMES CLARK, golfista norte-americano, vencedor de dois torneios do PGA Tour
  23. “O golfe é um jogo fascinante. Demorei cerca de quarenta anos a perceber que não consigo jogá-lo.” TED RAY, golfista britânico, vencedor do British Open
  24. “Se pudesse, jogava todos os dias. É mais barato do que um psiquiatra e, além disso, não há telefones no meu buggy.” BRENT MUSBURGER, broadcaster norte-americano, colaborador da ABC e da ESPN
  25. “Se bato para a esquerda, é um hook. Se bato para a direita, é um slice. Se bato direito, é um milagre.” BOB HOPE, apresentador de televisão norte-americano, patrono de um hall um torneio do PGA Tour
  26. “Se estou no campo e começam os trovões, volto de imediato para a club-house. Se Deus também quer jogar, então deixá-lo jogar”. BOB HOPE, apresentador de televisão norte-americano, patrono de um hall um torneio do PGA Tour
  27. “Só espero que, quando chegar lá acima, Ele não me peça explicações sobre a quantidade de vezes que usei o nome d’Ele em vão.” BOB HOPE, apresentador de televisão norte-americano, patrono de um hall um torneio do PGA Tour
  28. “Quão direita voou, quão longe voou/  Venceu o caminho sulcado/ E, elevando-se, desapareceu/ Da Vista/ Por detrás do bunker/ Um glorioso, navegante, entrelaçado drive/ Que me deixou feliz por estar vivo.” JOHN BETJEMAN, poeta britânico, autor de Summoned by Bells
  29. “O golfe é como um caso de amor. Se não o levas a sério, não tem piada nenhuma. Se o levas a sério, parte-te o coração.” LEON GRIFFITHS, argumentista britânico, criador da série de televisão Minder
  30. “O golfe não é simplesmente um exercício. É aventura, é romance – é uma peça de Shakespeare em que desastre e comédia aparecem lado a lado” HAROLD SEGALL, jornalista norte-americano, editor do The New York Times
  31. “Jogar golfe ensinou-me o significado da palavra humildade. Permitiu-me compreender toda a inutilidade do esforço humano.” ABBA EBAN, diplomata e político israelita, vice-primeiro ministro de Israel
  32. “O golfe é um belo passeio estragado.” MARK TWAIN, escritor norte-americano, assumido golf-hater
  33. “Num minuto, estás a sangrar. No minuto seguinte, tens uma hemorragia. No outro, estás a pintar a Mona Lisa.” MAC O’GRADY, golfista norte-americano, vencedor de dois torneios do PGA Tour
  34. “Dizem que o golfe é como a vida. Mas não acreditem neles. O golfe é muito mais complicado do que isso.” GARDNER DICKINSON, golfista norte-americano, vencedor de sete torneios do PGA Tour
  35. “A grande razão por que o golfe é tão popular é que é a melhor coisa do mundo em que se pode ser mau.” A. A. MILNE, romancista britânico, autor de O Mistério da Casa Vermelha
  36. “O golfe é vinte por cento técnica. Os restantes oitenta por cento são filosofia, humor, tragédia, romance, melodrama, companheirismo, camaradagem, perversidade e conversa.” GRANTLAND RICE, jornalista e académico norte-americano, patrono de um hall na Columbia University
  37. “Dezoito buracos de matchplay hão-de ensinar-lhe mais sobre o seu inimigo do que dezoito anos a trabalhar na secretária em frente a ele.” GRANTLAND RICE, jornalista e académico norte-americano, patrono de um hall na Columbia University
  38. “É quase impossível recordar o quão trágico o mundo é quando se está a jogar golfe.” ROBERT LYND, escritor irlandês, activista do Sinn Féin
  39. “O golfe apela ao idiota que há em nós. E à criança. Tal como uma criança, nenhum golfista sabe contar até mais do que cinco.” JOHN UPDIKE, romancista norte-americano, autor de Golf Dreams
  40. “O golfe é uma diversão ideal e uma ruinosa doença.” BERTIE FORBES, financeiro escocês, fundador da revista Forbes
  41. “Um homem que esteja a jogar sozinho, dê por si com um mau lie, no meio de um rough difícil e seja capaz de jogar a bola como ela está – esse, sim, será o homem que vos servirá bem.” P.G. WODEHOUSE, romancista norte-americano, autor de Um Homem de Visão
  42. “Ele desfruta daquela paz perfeita, daquela paz para além de todo o entendimento que só atinge o seu máximo quando um homem desiste de jogar golfe.” P.G. WODEHOUSE, romancista norte-americano, autor de Um Homem de Visão
  43. “O golfe é como perseguir um comprimido de quinino numa pastagem de vacas.” WINSTON CHURCHILL, primeiro-ministro britânico, assumido golf-hater
  44. “‘Afinal de contas, o golfe é apenas um jogo’, disse Millicent. As mulheres dizem estas coisas sem pensar. Não quer dizer que tenham um defeito de carácter. Simplesmente não percebem o que estão a dizer.” P.G. WODEHOUSE, romancista norte-americano, autor de Um Homem de Visão
  45. “Golfe: a arte de bater com força, evitar o rough, fintar armadilhas e obstáculos, apontar a direito e chegar ao green apenas para encontrar um buraco antes dos amigos. O passatempo favoritos de empresários e seus companheiros, provavelmente todos ignorantes quanto ao verdadeiro significado metafórico daquilo que estão a fazer.” RICK BAYAN, escritor norte-americano, assumido golf-hater
  46. “Um homem não sabe o que é a pressão até dar por si a apostar cinco dólares num match play tendo apenas dois no bolso.” LEE TREVINO, golfista norte-americano, vencedor de seis torneios do Grand Slam
  47. “O golfe é uma exibição de ambição ufana, de estupidez disfarçada de coragem e de habilidade coberta de arrogância.” ALISTAIR COOKE, jornalista norte-americano, assumido golf-hater
  48. “Só há uma coisa mais tola do que jogar golfe: ver alguém a jogar golfe. O que é que vemos, afinal? Trinta e sete tipos vestidos de polyester e a arder ao sol. É mesmo coisa de fazer o sangue correr-nos nas veias…” PETER ANDREWS, matemático norte-americano, assumido golf-hater
  49. “Por mim, qualquer homem culpado do vício de golfe seria barrado da administração pública americana. E as suas famílias seriam deportadas para a Argentina.” H.L. MENCKEN, escritor norte-americano, assumido golf-hater
  50. “Um jogo em que um homem de 60 anos consegue bater um homem de 30 não é um jogo.” BURT SHOTTEN, produtor musical, assumido golf-hater
  51. “Não se lhe pode chamar um desporto. Não se corre, não se salta, não se passa, não se faz força. Tudo o que é preciso fazer é comprar umas roupas que não combinam” STEVE SAX, jogador de basebol, assumido golf-hater
  52. “O homem culpa o destino por um acidente, mas sente-se pessoalmente responsável por um hole-in-one.” MARTHA STEWART, socialite norte-americana, assumida golf-hater
Deixar um comentário