Os 147 termos mais difíceis do golfe

Os feitos mais importantes

Hole-in-one –  ou “ás”, conclusão de um buraco à primeira pancada

Green in regulation – acto de atingir o green de um par3 à primeira pancada, de um par4 à segunda ou de um par5 à terceira

Fairway hit – acto de atingir o fairway com uma bola batida da tee box

Ball striking – índice que mede a capacidade de um jogador para obter “fairway hits” e “greens in regulations”

Reach – capacidade de atingir um green de par4 numa só pancada ou de par5 em duas (que, se se permitem atingir assim, também são chamados “reachable”)

Up-and-down – acto de fechar o buraco em duas pancadas, sendo a primeira batida de qualquer ponto situado fora do green

Chip-in – acto de concluir o buraco afundando a bola com um chip-and-run

Hole-out – acto de concluir o buraco afundando a bola batida de qualquer ponto situado fora do green

Scramble – capacidade de salvar o par de um buraco tendo falhado o green in regulations

Os grandes recursos

Chip – ou “chip-and-run”, pancada de curta distância, em que a bola é levemente picada e depois rola em direcção ao buraco

Pitch – pancada de curta ou média distância, em que a bola executa um voo relativamente picado e depois rola em direcção ao buraco

Flop shot – ou “lob shot”, pancada de curta ou média distância, em que a bola executa um voo extremamente picado e depois cai quieta junto ao buraco

Punch – pancada de média ou longa distância em que a bola sobe menos do que o normal

Bump-and-run – pancada de média ou longa distância em que, ao longo do seu trajecto, a bola se mantém sempre próxima do solo, em alguns casos mesmo rolando

Splash – pancada tipo “flop shot” (ou “lob shot”), mas executada dentro do bunker, fazendo como que explodir a areia

Texas Wedge – pancada batida com o putter, mas de fora do green

Tap in – pancada pequena e meramente formal para a conclusão de um buraco

Fade – pancada em que a bola curva propositada e controladamente para a direita

Draw – pancada em que a bola curva propositada e controladamente para a esquerda

  

O comportamento da bola

Backspin – movimento da bola para trás, depois de bater no solo

Release – movimento da bola para a frente, depois de bater no solo

Roll – rolamento da bola em geral, no fairway, no green ou mesmos nos obstáculos

Feed – movimento que, já depois da inércia, a bola faz no green, em resultado apenas do desnível da superfície

Bounce – salto natural produzido pela bola depois de bater no solo

Kick – salto contra-natura e descontrolado produzido pela bola depois de bater no solo

Lip-out – putt em que a bola morde o lábio do buraco, mas não cai

Horseshoe – ou “gravata”, putt em que a bola dança sobre o lábio do buraco e volta para trás, num ângulo de 180º em relação ao sítio de onde foi batida

 

Os resultados de um buraco

Par – ou “professional average result”,  número ideal de pancadas para a conclusão de um buraco; número ideal de pancadas para a conclusão de um campo; conclusão de um buraco ou de um campo no número ideal de pancadas

Birdie – conclusão de um buraco uma pancada abaixo do respectivo par

Eagle – conclusão de um buraco duas pancadas abaixo do respectivo par

Albatroz – ou “double eagle”, conclusão de um buraco três pancadas abaixo do respectivo par

Condor – ou “triple eagle”, conclusão de um buraco quatro pancadas abaixo do respectivo par

Bogey – conclusão de um buraco uma pancada acima do respectivo par

Duplo bogey – conclusão de um buraco duas pancadas acima do respectivo par

Triplo bogey – conclusão de um buraco três pancadas acima do respectivo par

Quádruplo bogey – conclusão de um buraco quatro pancadas acima do respectivo par (e assim sucessivamente)

O falhanços mais comuns

Slice – pancada em que a bola curva pronunciada e descontroladamente para a direita

Hook – pancada em que a bola curva pronunciada e descontroladamente para a esquerda

Push – pancada em que a bola sai directamente para a esquerda

Pull – pancada em que a bola sai directamente para a esquerda

Chunk – ou “sapo”, pancada frouxa em que se bate mais no solo do que na bola

Fluff – pancada frouxa em que o taco passa por debaixo da bola, mal exercendo acção sobre ela

Shank – pancada em que a bola é atingida com o calcanhar do taco, disparando descontroladamente para a direita

Top – pancada em que se atinge a bola com a lâmina do taco

Thin – pancada em que se apanha a bola pela sua metade superior

Air shot – ou “fresh air”, pancada em que simplesmente não se acerta na bola

Flyer – pancada em que, devido ao comportamento da relva, a bola sai descontrolada e com um voo atípico

Sway – movimento lateralizado das pernas ao longo de um swing, responsável por grande parte dos falhanços no jogo comprido

Yips – tique incontrolável, resultante da insegurança, que aparece sobretudo no putting, sendo responsável por grande parte dos falhanços no green

 

Os elementos do swing

Swing – conjunto de movimentos feitos ao longo de uma pancada de golfe

Set up – conjunto de ajustamentos feitos para a preparação da posição global do jogador em relação à bola

Adress – posição global do jogador em relação à bola

Stance – posição dos pés no momento do address

Grip – forma como se agarra o cabo do taco

Backswing – conjunto de movimentos feitos ao longo rotação do corpo para trás, para ganhar balanço em direcção à pancada

Takeaway – parte inicial do backswing, até a vareta do taco ficar paralela ao chão

Upswing – segunda parte do backswing, até ficar concluída a rotação para trás

Downswing – primeira parte da rotação para a frente, entre o limite do upswing e o impact

Release – rotação dos pulsos ao longo do swing

Impact – momento do impacto com a bola

Follow-through – conjunto de movimentos feitos ao longo da rotação do corpo rotação do corpo para a frente, já após a pancada

Finish – posição final do jogador após a pancada

Tempo – ritmo a que todo o swing acontece

 

O material de jogo

Driver – ou “madeira 1”, maior taco do saco, com cabeça arredondada e até 460 cc de volume, vareta longa e loft, geralmente, entre os 7º e os 13,5º

Fairway woods – ou “madeiras”, tacos de metal, mas com cabeças arredondadas, varetas longas e lofts, geralmente, entre os 14º e os 32º

Irons – ou “ferros”, tacos para os jogos comprido, médio e curto, com numerações entre o 1 e o LW

Wedges – ferros curtos para o jogo inferior a 130 metros de distância, geralmente com lofts entre os 45º e os 64º

Putter – ou “flatstick”, taco específico para o jogo nos greens, geralmente com loft entre os 3º e os 5º

Chipper – ou “salazar”, espécie de putter com bastante mais loft, específico para o jogo ao redor dos greens (em desuso)

Headcover – cobertura protectora utilizada sobretudo em drivers, madeiras de fairway, tacos híbridos e putters

Tee – suporte de madeira ou plástico em que se suspende a bola para o shot inicial de um buraco

Pitch fork – ou “divot repair”, utensílio para a reparação das marcas produzidas pela queda das bolas nos greens (chamadas “ball marks”)

Retriever – ou “cana de pesca”, utensílio para a recuperação de bolas perdidas em lagos e zonas de difícil acesso

Scorecard – cartão onde se assentam os resultados de um jogo

Stroke saver – brochura com a descrição gráfica de cada um dos buracos do campo, incluindo dados sobre distâncias e slopes, entre outros

Trolley – carrinho manual ou eléctrico em cima do qual o jogador, caminhando a pé, transporta o seu saco

Buggy – carrinho motorizado onde os jogadores podem fazer-se locomover, a si e aos seus sacos

As zonas do campo 

Tee box – elevação a partir da qual se bate o primeiro shot de cada buraco

Green – área de relva extremamente curta onde se situa o buraco

Fairway – zona central do campo de cada buraco, com relva relativamente curta, unindo a tee box ao green

Bunker – obstáculo de areia

Rough – zona de relva alta ou muito alta

Fringe – anel de relva curta, mais alta do que a do green mas mais baixa do que a do fairway, e que cerca todo o green

Run out – escapatória de relva cortada à altura da fringe, e que se esconde junto ao green

Out of bounds – zona fora do campo, da qual é proibido jogar

Ground under repair – zona do campo em reparações, e da qual é proibido jogar

Dogleg – curva de um fairway

Pot bunker – bunker pequeno, arredondado e profundo

Front nine – ou “out”, primeiros nove buracos do campo

Back nine – ou “in”, segundos nove buracos do campo

Driving range – campo de treinos, em que se bate bolas em direcção a buraco nenhum

Pitching green – zona de treinos para o jogo curto

Putting green – zona de treinos para o putting

Clubhouse – edifício-sede do clube, onde normalmente se encontram os balneários,  as casas de banho, um bar, uma pro-shop e uma sala de convívio, entre outras infra-estruturas

Pro Shop – loja de material de golfe

  

Os principais shots

Tee shot – ou “drive” (no caso de ser utilizado o driver), primeira pancada de um buraco

Lay up – pancada defensiva ou para posição estratégica

Approach – pancada de ataque ao green

Putt – pancada curta de ataque ao buraco, normalmente batida já dentro do green

  

A relação com o campo

Caddie – ajudante que carrega os tacos e guia um jogador pelo campo

Feel – sensibilidade do jogador em relação ao campo

Touch – sensibilidade do jogador em relação à bola

Lie – forma como a bola se encontra assente no solo

Preferred lie – ou “regra de Inverno”, faculdade que um jogador pode ter, durante o Inverno, de recolocar a sua bola no chão à distância de um cartão ou de um taco em relação à posição original

Slope – desnível do terreno em geral, no green ou mesmos nos obstáculos

Break – cada um dos desníveis do green

Divot – massa de terra e relva que um jogador arranca do solo ao bater um shot

Pin-high – bola que percorre a exacta distância a que estava a bandeira, mas numa linha ligeira ou significativamente diferente

Fore! – grito com que um jogador avisa os restantes jogadores em campo de um desvio significativo numa pancada de jogo comprido ou médio

Snowman – ou “bicicleta”, resultado de 8 num buraco

Sandbagger – ou “pistoleiro”, insulto utilizado na direcção de um jogador com handicap superior ao que o seu nível de jogo justifica

A gestão de um jogo

Tee Time – hora para que está previsto o arranque de uma formação

Mulligan – segunda oportunidade que, num match play ou numa ronda amigável, um jogador concede ao seu adversário, depois de um mau shot

Field – conjunto dos jogadores que disputam um torneio

Leaderboard – quadro onde são afixados os resultados de uma competição; tabela classificativa

Match – partida de matchplay; encontro entre duas ou mais equipas, eventualmente com várias rondas de qualquer tipo de jogo

Gross – jogo sem handicap ou pancadas de bonificação

Net – jogo com handicap e, eventualmente, pancadas de bonificação

Handicap – número de pancadas de bonificação a que um jogador amador tem direito, de acordo com o grau de fragilidade do seu jogo (de 1 a 54)

Even – resultado equivalente ao par do campo

All square – ou “halved”, match empatado

Dormie – situação em que, num matchplay, um jogador fica a partir do momento em que tem sobre o adversário uma vantagem correspondente ao número de buracos que falta jogar, restando-lhe portanto empatar um buraco para fechar o jogo

Bye – qualificação automática para a ronda seguinte de uma competição, por ausência de adversário; pequeno match realizado ao longo dos buracos sobrantes após concluído o match principal entre dois jogadores

Gimmie – ou “dada”, bola que, num matchplay ou numa ronda amigável, um jogador dispensa o adversário de bater, considerando-a, por pura cortesia, virtualmente concretizada

Drop – reposição manipulada da bola em jogo, com ou sem penalidade no score do jogador em causa

Outros termos

Ball mark – ou “pitch mark”, marca produzida por uma bola ao cair no green

Caddie Master – funcionário responsável pela gestão dos caddies, dos trolleys, dos buggies e de outros equipamentos num campo de golfe

Dimples – concavidades localizadas na camada exterior de uma bola de golfe

Grand Slam – conjunto dos quatro major championships, composto pelo The Masters Tournament, o US Open, o The Open Championship (ou British Open) e o PGA Championship

Greenfee – taxa de utilização de um campo para uma volta de 9 ou 18 buracos

Greenkeeper – responsável pelo tratamento da relva de um campo de golfe

Home club – clube por que um determinado jogador está inscrito na respectiva federação de golfe

Loft – ângulo de lançamento de um taco

Pin – conjunto formado pelo buraco e pela bandeira

Pitch & put – campo de golfe em que todos os buracos são de par 3 e, geralmente, com distâncias não superiores a 100 metros

Pro-Am – torneio em que participam ao mesmo tempo jogadores profissionais e amadores, geralmente fazendo equipa

Scratch – jogador com handicap 0, e que portanto, à partida, não tem de receber ou dar pancadas de abono ao campo

Set – conjunto de tacos da mesma marca (normalmente, entre 9 a 13)

Deixar um comentário