3 desempates intermináveis

O chileno Felipe Aguilar caiu ao fim da terceira passagem, mas apenas porque Raphael Jacquelin e Maximilian Kieffer o traíram com um inesperado birdie. De resto, o francês e o alemão levaram o playoff do Open de Espanha até onde apenas por uma vez um playoff do European Tour tinha sido levado. Terminados os três os 72 buracos regulamentares com um agregado de -5, uma pancada a salvo de um trio de perseguidores, os jogadores encaminharam-se para o 18, para a morte súbita. E dali Jacquelin e Kieffer só saíram ao final de nove passagens. Sete vezes fizeram par e uma fizeram birdie (a terceira, a tal que eliminou Aguilar). À nona, o francês logrou enfim fazer birdie novamente e sagrar-se o novo campeão do Open espanhol. Mas não apenas isso: entrou para a história também. Para a história dos mais longos e sofridos playoffs dos grandes circuitos mundiais. Ei-los:

 

MOTOR CITY OPEN 1949

PGA Tour

Meadowbrook CC, Michigan, EUA

CAREY MIDDLECOFF/LLOYD MANGRUM

11 buracos

Carey Middlecoff e Lloyd Mangrum continuavam empatados ao fim de onze buracos. A noite caiu. E por acordo mútuo, aprovado entretanto pela organização, foram ambos declarados vencedores. Uma decisão sem precedentes ao mais alto nível.

 

CORPUS CHRISTI CIVITAN OPEN 1972

LPGA Tour

Pharaoh’s CC, Texas, EUA

JO ANN PRENTICE/SANDRA PALMER/KATHY WHITWORTH

10 buracos

Foram precisos apenas três buracos para que Jo Ann conseguisse levar de vencida Kathy Whitworth. Mas o empate com Sandra Palmer persistiu de tal modo que as jogadoras tiveram de regressar ao campo no dia seguinte, para desempatar.

 

3º ex-aequo

KLM DUTCH OPEN 1989

European Tour

Kennemer G&CC, Zandvoort, Holanda

JOSÉ MARIA OLAZÁBAL/RONAN RAFFERTY/ROGER CHAMPAN

9 buracos

Roger Champan não demorou a cair, sendo eliminado longo no primeiro buraco. José Maria Olazábal e Ronan Rafferty, esses, continuaram a jogar pela noite dentro, terminando apenas às 20.30 e com enorme ventania. Ganhou o espanhol, com 40 pancadas para um par 33

 

3º ex-aequo

OPEN DE ESPAÑA 2013

European Tour

Parador El Saler, Valência, Espanha

RAPHAEL JACQUELIN/MAX KIEFFER/FELIPE AGUILAR

9 buracos

Felipe Aguilar tombou na terceira passagem pelo buraco 18. O desempate, porém, ainda estava longe de terminar. Raphael Jacquelin acabou por triunfar, mas apenas quando conseguiu voltar a fazer birdie no difícil campo do Parador de El Saler.

 

OUTROS DESEMPATES MÍTICOS

8 BURACOS

1965 – Azalea Open (PGA Tour): Dick Hart bate Phil Rodgers

1978 – Greater Milwaukee Open (PGA Tour): Lee Elder bate Lee Trevino

1981 – Quad Cities Open (PGA Tour): Dave Barr bate Woody Blackburn, Dan Halldorson, Frank Conner e Victor Regalado

1983 – Phoenix Open (PGA Tour): Bob Gilder bate Rex Caldwell, Johnny Miller e Mark O’Meara

2012 – Mayakoba Golf Classic (PGA Tour): John Huh bate Robert Allenby

7 BURACOS

2001 – WGC-NEC Invitational (WGC): Tiger Woods bate Stewart Cink

2004 – Takefuji Classic (LPGA Tour): Cristie Kerr bate Seol-An Jeon

Deixar um comentário