Bridget Dwyer: do convento para o cabaret

BRIDGET DWYER, NORTE-AMERICANA, 32 ANOS, 750ª+ WGR

Bridget Dwyer tem tentado a sua sorte em todos os circuitos: o Futures Tour, o Canadian Tour, o Chinese Tour, até o modesto West Coast Tour, praticamente circunscrito à Califórnia. Nunca conseguiu que qualquer deles a catapultasse para um lugar ao sol, oferecendo-lhe uma grande vitória ou mesmo apenas o cartão de um circuito de topo, como o LPGA Tour ou o Ladies European Tour. Solução: acabou por usar a beleza com que a mãe-natureza a presenteou e aderir ao reality show “Big Break”, do Golf Channel. Quase correu bem, porque chegou à final (perdeu o match decisivo por 3&1 para Brianna Vega, por sinal também bonita) e, assim, ficou à porta de convite para um torneio do LPGA. A carreira de golfista, pois, mantém-se num impasse. A de manequim, pelo contrário, vai de vento em popa. E, se calhar, até ficamos a ganhar…

Deixar um comentário