Sergio Garcia estende a mão a Tiger Woods

Golfista espanhol dirigiu-se a Tiger Woods para o cumprimentar, depois de ter negado alguma vez se ter referido ao americano de forma racista.

Sergio Garcia e Tiger Woods deram um aperto de mãos no campo de treinos do Merion Golf Club, em Pensilvânia, numa tentativa de suavizar relações que saíram enfraquecidas após um comentário polémico proferido pelo espanhol há cerca de um mês.

“Não falámos de nada, apenas nos cumprimentámos. Já está tudo ultrapassado. Agora é o momento para jogar o US Open, que começa dentro de dois dias”, afirmou Woods, referindo que Sergio Garcia “não tinha pedido desculpa por falta de tempo”.

O aperto de mão na manhã desta terça feira foi só primeiro passo, segundo explicou Sergio Garcia. “É algo pessoal para Woods. Se ele quer tornar isto público, para mim tudo bem”.

“Todos cometemos erros. O mais importante é aprender com eles. Os erros tornam-nos melhores pessoas. Sei que posso ter prejudicado muita gente e isso faz-me sentir mal. Peço desculpa pelo sucedido”, adiantou o golfista espanhol.

Recorde-se que tudo começou há um mês, durante uma entrega de prémios, quando Sergio Garcia disse que serviria “frango frito” a Tiger Woods, o que caiu mal, considerando que esse era o prato que nos Estados Unidos se servia todos os dias aos escravos afro-americanos.

Deixar um comentário