Phil Mickelson & Jim “Bones” MacKay: uma vitória a dois

Phil Mickelson diz que foi a sua maior vitória de sempre. Jim MacKay, o caddie, acredita que ele nunca esteve mais forte. E os adversários asseguram que não há melhor parceria no golfe actual. As lágrimas e os abraços dizem tudo

“Uma pessoa trabalha vinte e um anos para o mesmo tipo. Vê-lo a fazer a melhor ronda da sua vida, ainda por cima num domingo e para ganhar o British Open, é muito fixe”, explicou Jim MacKay aos jornalistas, já mais calmo, alguns minutos depois de ter deixado em lágrimas o green do buraco 18 do Muirfield GC. O caddie de Phil Mickelson, que venceu pela primeira vez o mais importante torneio europeu do ano, tornou-se um dos grandes protagonistas do fim-de-semana.

Há muitos anos que os restantes jogadores do circuito olham com admiração (muitas vezes até inveja) para a relação de Lefty com o homem do seu saco, conhecido por “Bones” (“Ossos”). “O Phil e o ‘Bones’ são a melhor parceria jogador/caddie do golfe actual. É difícil uma dupla durar tanto como, sem esforço nenhum, a deles já leva”, escreveu Luke Donald no Twitter, como aliás o fizeram vários outros jogadores e caddies.

Mickelson, esse, não cabia em si de contente. Mago do jogo curto, regressa à segunda posição do ranking mundial e confirma-se como o segundo grande jogador desta geração, atrás apenas de Tiger Woods. Com 51 vitórias como profissional, das quais 42 no PGA Tour e cinco no Grand Slam, garante que esta foi a mais saborosa de todas. “Tive sempre dúvidas sobre se teria o jogo necessário para ganhar o Open. É o maior dia da minha carreira”, exultou.

Ninguém antes conseguira vencer o Open da Escócia e o Open britânico em semanas consecutivas. “Ele está mais forte do que nunca. Mais em forma do que nunca. Com mais desejo do que nunca”, diz Jim MacKay. Replica Mickelson: “Concordo. Estou em melhor forma. Mais flexível. A minha dieta é melhor.” Quem os pára?

Deixar um comentário