Os 4 torneios do outro mundo

Concluída mais uma edição da FedEx Cup, cuja taça deve ser entregue esta noite em Atlanta (EUA), as atenções viram-se todas para o campeonato europeu. Ficarão então a faltar, para a final de mais uma RaceToDubai, quatro provas regulares (incluindo o Portugal Masters) e três da nova e explosiva Final Series. Ricardo Santos continua dentro da lista, mas tem muitos nomes assustadores atrás de si

Luke Donald, Rory McIlroy, Paul Lawrie, Peter Hanson, Pádraig Harrington ou Edoardo Molinari são apenas alguns dos muitos jogadores Ryder Cup que se encontram neste momento atrás de Ricardo Santos na RaceToDubai. Parece um triunfo, mas não é: a maior parte desses jogadores – tal como Soren Kjeldsen, Tim Clark ou Carl Pettersen, entre tantos outros ainda –  muda a partir desta semana para o campeonato europeu, concluída que fica hoje mesmo mais uma FedEx Cup. O objectivo é chegarem eles próprios ao Dubai, o que inevitavelmente torna a actual 51ª posição do português – só se qualificam os primeiros 60 – pouco confortável. E, no entanto, faltam ainda quatro torneios da época regular, incluindo o Portugal Masters (a que se juntam o Alfred Dunhill Links Championship, o Seve Trophy e o Perth International), pelo que Santos ainda pode acumular muito dinheiro (e muitos pontos). E faltam também, já agora, os primeiros três torneios da nova e explosiva Final Series, que o estrondoso Dp World Tour Championship, Dubai encerra, e com a qual o European Tour pretende fazer face ao novo modelo da FedEx Cup. Para já, estão em causa quatro bolsas monetárias verdadeiramente impressionantes, nunca antes registadas nesta fase da época do circuito europeu. O sistema não implica cuts de semana para semana, como acontece na FedEx Cup, mas por outro lado os jogadores que participarem nos três primeiros torneios dessa sequência vêem os seus proventos crescerem 20% antes da final. Por outro lado, só poderão aceder ao Dubai – e ao troféu Harry Vardon, referente à vitória na Ordem de Mérito Europeia – aqueles que participem em pelo menos dois desses três torneios (embora com dois torneios apenas não recebam bónus). Ricardo Santos tem a qualificação para qualquer um deles virtualmente garantida, mas já agora um ou dois prémios significativos neste sete torneios que nos separam do Dubai davam jeito. De resto, é o último ano de Portugal com apenas um jogador no circuito, já que em 2014 teremos pelo menos dois: Ricardo Santos e Filipe Lima, qualificado através do Challenge Tour. Portanto, aqueçam-se os motores: a festa vai começar!

 

A NOVA “SÉRIE FINAL” DO EUROPEAN TOUR

24-27/10/2013        BMW Masters      Lake Malaren Golf Club Xangai (China)          $ 7.000.000

31/10-3/11/2013    WGC-HSBC Champions        Sheshan International GC     Xangai (China)       $ 8.500.000

07-10/11/2013        Turkish Open      The Montgomerie Maxx Royal            Antalya (Turquia) $ 7.000.000

14-17/11/2013        DP World Tour Championship Dubai      Jumeirah Golf Estates            Dubai (EAU)          $ 8.000.000

Deixar um comentário