PORTUGAL MASTERS: primeira vez sem portugueses

As expectativas eram altas em relação ao contingente de jogadores nacionais, mas saíram defraudadas. Pela primeira vez no historial do Portugal Masters, não haverá portugueses no fim-de-semana. Com o cut, para os 65 primeiros e empatados (entre 126 participantes iniciais), a fixar-se em 2 abaixo do par, todos ficaram pelo caminho. Filipe Lima (141, 72-69) – ficou a um shot de ser apurado –, Nuno Henriques (143 (72-71), Ricardo Santos (144, 70-74), os amadores Ricardo Melo Gouveia (144, 72-72), e João Carlota (146, 72-74), Tiago Cruz (147, 75-72), Hugo Santos (148, 75-73), António Rosado (74-75) e Pedro Figueiredo (73-79).

Deixar um comentário