A América a pontapear de volta

Ainda se lhes podia juntar mais um monte de nomes, incluindo os dos vencedores no PGA Tour (todos nos últimos doze meses) Gary Woodland, Scott Stallings, Derek Ernst ou Chesson Hadley. À medida que o corpo de Tiger Woods vai intensificando os sinais de fragilidade, toda uma nova geração de golfistas norte-americanos vai conquistando vitórias na FedEx Cup. Por esta altura, são já dez os rapazes com menos de 30 anos que venceram nos últimos dois, ocupam hoje um lugar entre os primeiros 50 do ranking mundial e, naturalmente, se candidatam à Ryder Cup. Terá a hegemonia colectiva da Europa atingido o seu zénite?

Deixar um comentário