Um golfista ou um número de circo?

Aperta-se o cerco a John  Daly. Muitos editorialistas exigem o fim das isenções especiais para um jogador que – dizem – já não tem condições para actuar entre os melhores. Entretanto, vão-se somando os buracos péssimos, as rondas desastrosas… e, no fim, autógrafos, cada vez mais autógrafos, como se de um artista pop se tratasse.

 

Deixar um comentário