Nas mãos dos capitães

Tiger Woods, actual 70º classificado na lista de qualificação americana, depende de Tom Watson para jogar a 40ª edição da Ryder Cup. É praticamente impossível, nos torneios a realizar até lá, o ex-número 1 do mundo (hoje número 10) apurar-se sem recurso a uma das três vagas de escolha directa do capitão. Mas há outros jogadores em más condições. Phil Mickelson, por exemplo. Ou, do lado de cá do Atlântico, Ian Poulter, de cujo coração saiu a reviravolta de 2012. Ano em que, aliás, o inglês não se qualificou directamente…

Deixar um comentário