As dificuldades dos portugueses

Ao fim dos primeiros nove meses da época de 2014, iniciada em Novembro passado, Ricardo Santos e Filipe Lima continuam longe daquilo que haviam projectado para o primeiro ano em que Portugal se faz representar por dois jogadores em simultâneo  no European Tour. Neste momento, o algarvio tem entre sete e dez torneios para pelo menos defender os cinco lugares de segurança que lhe sobram sobre a perda do cartão. Já Lima tem outros tantos para ganhar pelo menos 48 posições, caso contrário volta ao Challenge Tour 

Deixar um comentário