Ryder Cup de 2022 no horizonte luso

O anúncio causou alguma surpresa até porque ainda não são conhecidos os pormenores da candidatura e o Governo afirmou recentemente que não está disposto a grandes investimentos

Portugal é um dos sete países que supostamente terá demonstrado interesse em receber a Ryder Cup em 2022. O anúncio foi feito pela própria Ryder Cup Europe. Espanha, Itália, Dinamarca, Turquia, Alemanha e Áustria são os concorrentes neste processo, embora o prazo limite para a apresentação das candidaturas esteja aberto até ao próximo dia 15 de fevereiro. O JOGO tentou obter uma reação de Manuel Agrellos, presidente da Federação Portuguesa de Golfe, mas não conseguiu entrar em contacto com este, a acompanhar a a Seleção no Campeonato do Mundo, no Japão.

Recorde-se que Portugal perdeu a organização de 2018 para a França e o campo que deveria ser construído de raiz na Herdade da Comporta, com desenho do conceituado Tom Fazio, nunca chegou a sair do papel. E mais recentemente o percurso de David McLay Kidd, mais acessível, viu as obras pararem devido a um problema de fundos comunitários em razão da crise do Grupo Espírito Santo.

Esta candidatura causa ainda maior estranheza numa altura em que o Governo português anunciou que iria abdicar de trazer para o nosso país grandes eventos internacionais devido à atual conjuntura económica mundial.

Deixar um comentário