António Rosado: um homem novo

O brilharete no sul-africano IGT-Pro Tour, cuja Ordem de Mérito ganhou, não veio isento de dissabores. Afinal, o circuito não só não garantiu os prometidos cinco lugares no Sunshine Tour, como nem sequer inscreveu ninguém na respectiva Escola de Qualificação. Mas nem por isso António Rosado desanimou. Pagou ele próprio a inscrição na Escola e, ainda por cima, chegou entretanto ao Open da África do Sul através dos sempre difíceis torneios de qualificação

Deixar um comentário