Jordan Spieth atrás do sonho

O jovem americano chegou na frente das bolsas de apostas, após os grandes resultados das últimas semanas, e ao fim dos seus 18 buracos liderava com -8. Rory começou assim assim, Tiger assim assado

Venceu o Valspar Championship, foi segundo no Valero Texas Open e no Shell Houston Open e agora ataca em força aquele que deseja ser o seu primeiro major. Jordan Spieth, quarto do ranking, continua determinado a chegar ao primeiro lugar mundial e abriu ontem o Masters Tournament com nove birdies e um bogey, para um resultado de -8. À hora de fecho desta edição, liderava com três pancadas de vantagem sobre Charley Hoffman, Justin Rose e Ernie Els, todos igualmente na club-house.

O primeiro torneio do Grand Slam 2015 começou em grande, com golfe de alta qualidade e muitos birdies e eagles. Mas, exceptuando Jordan Spieth, os principais candidatos ainda não mostraram o seu melhor golfe. Rory McIlroy, número 1 mundial, fechou com -1, então no 19º lugar; Tiger Woods, quatro vezes vencedor do casaco verde, ia com +1 ao fim de 16 buracos (42º); e Phil Mickelson, tricampeão, foi dormir fora do top10 também, com -2 (12º).

Para já, só há um vencedor: Tom Watson. Depois de quase ter vencido o British Open aos 59 anos, em 2009, o supercampeão norte-americano tornou-se ontem, com 65, o jogador mais velho de sempre a jogar abaixo do Par (-1) em Augusta.

Deixar um comentário