Jordan Spieth mais primeiro

Jordan Spieth, com um cartão isento de bogeys (-6), aumentou ontem para cinco pancadas a vantagem sobre o segundo classificado no Masters Tournament e chega à terceira ronda, a disputar hoje em Augusta (Georgia, EUA), com um estrondoso agregado de -14. À hora de fecho da nossa edição, Charley Hoffman encontrava-se isolado no segundo lugar com -9, menos duas pancadas que um trio formado por Dustin Johnson, Justin Rose e Paul Casey.

Johnson foi o autor de uma das melhores rondas do dia. Abriu com duplo-bogey e ainda cedeu mais dois bogeys (no 10 e no 18), mas arrancou três eagles, coisa nunca antes conseguida por um jogador em Augusta. Depois de seis meses de paragem por consumo de estupefacientes, o norte-americano – que entretanto já venceu nos WGC – continua a jogar golfe de altíssima qualidade, sendo um dos poucos que, neste momento, parecem capazes de fazer frente a Jordan Spieth.

Entre os restantes candidatos, Tiger Woods deu uma prova de vida (-3) e chega ao fim-de-semana perto do top10, com um agregado de -2. Phil Mickelson fez as mesmas -3 e está agora com um total de -5, na luta pela vitória. Rory McIlroy, pelo contrário, vinha no limite do top30, após mais uma ronda em esforço. De resto, nota especial para o veteraníssimo Mark O’Meara (58 anos), que passa o cut com um agregado de -3. Tom Watson derrocou (+8), enquanto Jim Furyk, Luke Donald, J.B. Holmes e Martin Kaymer estavam todos, ontem à noite, a caminho de falhar o cut.

 

 

Deixar um comentário